sábado, 19 de maio de 2012

Em meio a indefinições, só PT marcou data da convenção para homologar candidatos


Lidiane Kober
Midiamax News

Segundo Vander, PT reunirá estrelas nacionais na convenção

A 12 dias do início de junho, período final para partidos homologarem seus candidatos a prefeito e a vereador, apenas o PT agendou convenção para ratificar o nome do deputado federal Vander Loubet para disputar a prefeitura da Capital. A indefinição leva em conta o destino incerto da maioria dos partidos. Por enquanto, somente PT e PMDB aparentam consenso no projeto de candidatura própria.
Entre as maiores legendas, PSDB, PP, PPS e PV prometem partir para o confronto. O problema são focos de resistência interna, além da pressão dos governistas que tentar segurar a qualquer custo os aliados em seu arco de aliança.
Afastando qualquer sinal de desistência, o deputado estadual Alcides Bernal, pré-candidato a prefeito pelo PP, disse que a tendência é deixar para o dia 30 a realização da convenção. Segundo ele, a decisão leva em conta orientação da direção nacional e a indefinição sobre coligações. “Vamos aproveitar os minutos finais para buscar aliados”, ressaltou.
Pré-candidato tucano, o deputado federal Reinaldo Azambuja também não gosta de ser questionado sobre o destino do partido, justamente por não admitir recuo. O plano, segundo ele, é agendar a convenção para homologar sua candidatura logo depois do dia 20 de junho.
Os governistas e seus aliados organizam grande festa para ratificar a pré-candidatura do deputado federal Edson Giroto (PMDB) no terceiro domingo do mês de junho (17). A data, no entanto, não foi confirmada. Por enquanto, garantiram adesão ao projeto peemedebista o PR, PTB, PTdoB e o PDT.
Disputado pelo PP, PT e PMDB, o PSB também não agendou a data de sua convenção. De acordo com o presidente municipal do partido, vereador Carlão, na próxima semana, durante inauguração da sede da legenda em Campo Grande, os filiados devem marcar a data do encontro.
Por outro lado, o PT deve anunciar na próxima segunda-feira (21), a realização da convenção no dia 10 de junho. “Como já foi homologado o meu nome, o encontro será um momento de festa”, comentou Vander. Ele pretende trazer estrelas nacionais do partido para fortalecer o projeto de tirar do PMDB o comando da maior prefeitura do Estado.

sexta-feira, 4 de maio de 2012


PF investiga relato de ex-agente da ditadura

DE SÃO PAULO

Hoje na FolhaA Polícia Federal abriu investigação sobre o paradeiro de supostas vítimas do ex-delegado Cláudio Guerra, que afirma ter matado e incinerado corpos de presos políticos na ditadura militar, informa reportagem deBernardo Mello Franco e Lucas Ferraz, publicada na Folhadesta sexta-feira (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).
O ex-policial prestou depoimento a um delegado da PF há cerca de um mês. A presidente Dilma Rousseff e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, foram informados do relato, que está em sigilo.
A intenção é enviar as informações à Comissão da Verdade, ainda não instalada. O ex-agente da ditadura levou uma equipe da PF a quatro cidades onde diz ter ocultado cadáveres de militantes: Rio, BH, Petrópolis (RJ) e Campos (RJ). Os locais devem ser alvo de escavações.